12 de janeiro de 2015

ASPERBRAS TUBOS E CONEXÕES PREVÊ CRESCIMENTO DE 15% EM 2015

ASPERBRAS TUBOS E CONEXÕES PREVÊ CRESCIMENTO DE 15% EM 2015 - ASPERBRAS

Com faturamento esperado acima de R$ 160 milhões em 2014, a Asperbras se consolida no G4 dos grandes fabricantes de tubos e conexões para o saneamento básico no Brasil. Para estar no seleto grupo, a empresa processará mais de 30 mil toneladas de PVC em forma de tubos neste ano.

Entre as diversas soluções desenvolvidas pela Asperbras Tubos, vale o destaque para uma inovação que já era solicitada pelo mercado e estará na linha de produtos: a produção de tubos em PVC de 500 milímetros para a condução de água, o que reduzirá em grande quantidade o gasto com a distribuição hídrica.

Neste ano, a Asperbras participa com seus produtos em de cerca de 300 projetos de saneamento por todo o país. “Hoje os agentes e concessionárias públicos optam pelo PVC porque é muito mais durável. Quando instalado de acordo com as normas, é uma opção mais econômica do que quando comparado ao ferro fundido, por exemplo”, diz Odair Beltramelo, diretor responsável pela empresa.

As expectativas para 2015 são as melhores possíveis, com previsão de um acréscimo de 15% no faturamento. “Nossas cinco plantas têm capacidade de absorver este crescimento sem a necessidade de ampliações. O cuidado com as fábricas está na modernização do maquinário”, destaca Odair.

A Asperbras Tubos também desenvolve soluções para irrigação e outras aplicações para empresas públicas e privadas. São cinco plantas de produção empregando mais de 500 profissionais distribuídos entre sua matriz em Macaíba (RN) e as filiais em Penápolis (SP) e Simões Filho (BA) you can find out more.

Em sintonia com as tendências mundiais no Saneamento Básico, a empresa atua com a melhor tecnologia disponível para a fabricação de tubos de PVC. Seus produtos contam com a impressionante vida útil de 100 anos. Com produção acima de 3.000 toneladas por mês em ambos os segmentos de atuação, a empresa possui um portfólio de 97 cerca de 100 produtos, todos aprovados pelos certificados de qualidade dos órgãos responsáveis como o Inmetro, por exemplo.